Buscar aprimorar o seu negócio é conseguir satisfazer cada vez mais os clientes e o resultado são lucros maiores. Mas como criar diferenciais competitivos em uma farmácia de manipulação? Conheça alguns aspectos para investir e se sobressair dos seus concorrentes.

Aspectos que geram diferenciais competitivos

Oferecer preços mais baixos ajuda a sua farmácia de manipulação a atrair clientes e vender mais. Porém, esse é apenas um dos diferenciais competitivos e o mais fraco, já que qualquer um pode bater.

Para satisfazer os seus clientes, considere adotar os seguintes aspectos e aumentar os seus lucros:

1. Tenha uma loja virtual

Se a sua farmácia magistral ainda não possui uma loja virtual, você precisa investir nessa tecnologia. Ao oferecer os seus produtos através de uma plataforma digital, você terá um crescente aumento nas vendas. Mas não basta criar um site e não oferecer manutenção e administração suficiente. Portanto, atente-se também a esses cuidados, bem como em cumprir prazos de entrega.

2. Capacite os seus profissionais

Um dos pontos que se deve ter atenção para criar diferenciais competitivos é investir na capacitação dos seus funcionários. Saiba que os clientes escolhem determinada farmácia também pelo atendimento recebido.

Através dos treinamentos, os vendedores despertarão em si o seu melhor e isso contribui com o desenvolvimento da empresa. Afinal, conhecer os insumos é fundamental para oferecer mais atenção ao cliente, competência e cuidado.

Em todas as áreas o conhecimento sobre o produto com o qual se trabalha é essencial e, no caso de uma farmácia de manipulação, esse é um atributo imprescindível. Um profissional bem informado transmite segurança aos clientes e isso aumenta a credibilidade da empresa. Dessa forma, os colaboradores estarão aptos a oferecer informações e orientações sobre as fórmulas, ajudando os clientes a compreender as funções dos ativos presentes nela.

3. Foque na qualidade do atendimento

Quando a sua farmácia oferece um bom atendimento, as chances do cliente retornar e se fidelizar é bem maior. Além disso, ele poderá indicar a sua farmácia magistral a conhecidos e familiares, através do “boca a boca”.

Mas um bom atendimento não requer apenas as ferramentas disponibilizadas pela empresa. É preciso que o atendente ofereça essa qualidade, seja comprometido e tenha vontade de ajudar os clientes. Primeiramente, o atendente precisa ser um bom ouvinte, oferecer boa comunicação e assimilar as informações.

Depois, é preciso que ele mostre conhecimento sobre os insumos que vende, tendo capacidade para sanar dúvidas sobre as fórmulas. Além disso, o atendente precisa se mostrar motivado, ser ético e transmitir paixão pelo que faz. No geral, um bom atendente é aquele que sabe ouvir com atenção, atender com boa vontade, interpretar o que o cliente quer e precisa, sempre atendendo com profissionalismo e gentileza.

4. Invista na energia positiva do ambiente

O espaço físico também influencia muito nas vendas, já que um ambiente acolhedor, com temperatura, luzes e cheiro agradáveis favorece um clima positivo entre as pessoas que trabalham ali, como também para receber os clientes.

É fundamental oferecer um ambiente em que o cliente se sinta confortável e à vontade, afinal, o bom clima favorece a experiência do consumidor.

5. Firme convênios com parceiros do mesmo nicho

Manter parcerias com outros profissionais do mesmo nicho contribui com resultados satisfatórios sobre os lucros da empresa. No caso da farmácia de manipulação, você pode buscar parceria com médicos que prescrevem fórmulas. Além desse profissional, você também pode firmar parcerias com academias, consultórios e clínicas.

Ofereça descontos aos clientes que forem indicados por eles e aos profissionais, ofereça brindes. Isso ajuda muito a aumentar e fidelizar o número de clientes, sendo um dos diferenciais competitivos mais importantes.

Além desses pontos, a sua farmácia de manipulação deve trabalhar com os melhores fornecedores de insumos. Isso garante tanto o suprimento que ela precisa, como a qualidade nas fórmulas.

Deixe o seu comentário!

Referências: Negócios RPC e Guia da Farmácia.