O fluxo de caixa é um dos itens mais importantes para a gestão financeira da sua farmácia de manipulação. Aqui você vai saber o que é e como fazer um fluxo de caixa sem erros. Confira!

O que é fluxo de caixa

Fluxo de caixa é uma ferramenta essencial para que a empresas possam ter uma previsão de custos e receitas de forma organizada. Essa ferramenta é útil tanto para grandes quanto para pequenas organizações, já que visa o controle financeiro.

Seu objetivo é de acompanhar a movimentação financeira da empresa, ou seja, o registro de receitas e despesas do seu negócio. Através dessa ferramenta, você poderá tomar decisões acertadas no que envolve as finanças.

Qual a importância do fluxo de caixa?

Através do fluxo de caixa é possível otimizar a gestão financeira na sua farmácia. Ele auxilia no gerenciamento de gastos, de forma a assegurar o seu controle financeiro. Essa ferramenta também garante um planejamento financeiro positivo, com projeções que contribuem com a previsão de receita e saída mensal.

Através dessa ferramenta, as empresas podem prever impactos na movimentação financeira, contribuindo também com as tomadas de decisões ao planejar o futuro da sua empresa.

Por isso, a falta desse planejamento pode ser prejudicial, uma vez que você não terá controle financeiro do seu negócio. Ou seja, sem realizar o fluxo de caixa, não é possível saber onde reduzir custos e se há dinheiro no caixa para pagar determinadas contas, bem como lucro para investimentos.

Como fazer um fluxo de caixa correto

Para fazer um fluxo de caixa correto é preciso extrair e interpretar as informações trazidas por ele. Anote algumas dicas para fazer um fluxo de caixa sem erros!

1. Crie uma planilha online

Com uma planilha online você vai ter acesso a realidade financeira da sua empresa e poderá controlar suas finanças. Considere incluir três categorias, principalmente, como entrada, pagamentos e saldo.

Registre todas as movimentações da sua empresa, incluindo formas de pagamento. Não se esqueça de considerar os gastos com água, luz e até o café servido aos seus funcionários/clientes.

2. Faça o fechamento diário e mensal

Contabilize os resultados diários e mensais da sua farmácia. Para isso, é necessário seguir a planilha como informado acima. Assim você terá todas as informações necessárias para obter o total de receitas do dia.

Ao realizar o fechamento diário, é possível comparar com o dia anterior e ter uma base do seu lucro diário, de acordo com cada dia do mês. Ao realizar o fechamento mensal, você pode pegar o fluxo de caixa operacional e deduzir as despesas.

Assim, você terá uma ideia mais acertada dos gastos e lucros na sua farmácia magistral. Observe que, ao comparar com o mês anterior, se o saldo foi negativo, significa que sua farmácia gasta mais do que poderia. Nesse caso é preciso cortar custos, pois as finanças não estão no caminho certo.

3. Planeje o futuro da sua empresa

A partir do fluxo de caixa é possível ter um horizonte desenhado sobre suas ações. Dessa forma você pode se planejar com meses de antecedência, já que terá um objetivo alcançável.

4. Tenha fornecedores variados

Não corra o risco do seu fornecedor deixar de atuar no mercado e prejudicar o seu negócio. Você pode contar com diferentes fornecedores para obter insumos de qualidade e dentro do prazo. Diversificar suas fontes está ligado a atualização do fluxo de caixa e permite ter uma boa visão de mercado.

5. Faça um bom gerenciamento de despesas

Avalie as contas da sua empresa, por exemplo, se foi preciso fazer uma dívida, avalie o fluxo de caixa para adquirir previsibilidade do prazo para saná-la. Isso ajuda para que você não faça outras dívidas que possam fugir do orçamento da sua empresa. Assim, você saberá no que investir, sem prejudicar seu saldo.

Agora você já sabe que o fluxo de caixa contribui para se alcançar o sucesso na sua empresa, já que permite melhor visão de caixa.

Inscreva-se em nosso blog para continuar recebendo conteúdo de valor para sua farmácia!

Referências: Esag JR, Exame, Arquivei e Conta Mobi.