Através de um bom planejamento estratégico, pode-se traçar um plano de ação para a sua farmácia, considerando metas, objetivos e meios para alcançá-los.

Ao desenvolvê-lo, você conseguirá concentrar suas forças no lugar certo, adaptando sua mudança estratégica entre a sua empresa e as oportunidades de mercado. Para isso, é preciso buscar uma estratégia mais ampla e focada numa vantagem competitiva a longo prazo.

Ou seja, o planejamento estratégico é uma das ferramentas mais importantes para administrar a sua farmácia com sucesso. Mas como desenvolvê-lo? Veja aqui!

Qual a importância e os benefícios do planejamento estratégico para as farmácias?

O setor farmacêutico possui um mercado muito competitivo e, para atrair cada vez mais clientes, é preciso investir no planejamento estratégico. Se realizado de forma adequada, ele traz muita vantagem competitiva. Entre elas:

  • Adotar recursos para seu objetivo.
  • Enxergar oportunidades.
  • Definir rumos diferentes.
  • Ter mais controle sobre seu destino.
  • Transformar ameaças em grandes oportunidades.

Se a sua empresa não traçar metas de curto a longo prazo, bem como não definir no que investir, poderá passar por momentos difíceis. No setor farmacêutico, você acompanhou muitas alterações na oferta de um mix de produtos. Além disso, o consumidor mudou seu comportamento em relação a medicamentos genéricos.

Se você não souber se adequar a esse cenário, poderá ter problemas em seu negócio. Ou seja, para superar cada novo desafio do setor, é preciso ter um plano estratégico. Conduzir a sua farmácia sem qualquer planejamento é um grande risco.

5 etapas de um planejamento estratégico

Para um planejamento estratégico de sucesso, é importante considerar essas questões:

1. Avalie a estratégia vigente: identifique qual é o caminho que a sua empresa está seguindo.

2. Considere o ambiente: o ambiente é propício para que se cumpra a missão estipulada?

3. Aponte a direção a ser seguida: é fundamental estabelecer o perfil estratégico que a sua organização irá seguir, de forma a aproveitar as oportunidades, evitando ameaças.

4. Identifique o nível dessa estratégia: qual a viabilidade dos objetivos traçados?

5. Tenha um resumo do plano estratégico: em um pequeno documento, finalize seu plano estratégico com um breve resumo.

Após cumprir essas etapas, está na hora de implementar suas estratégias. Para isso:

  • Divulgue: transmita o que se espera da sua atuação aos elementos de liderança na sua farmácia.
  • Prepare a organização: invista em incentivos, treinamento e mudanças de estrutura, se preciso.
  • Integre ao plano tático: coloque no orçamento suas ideias de planejamento estratégico.
  • Acompanhe: para que as estratégias estabelecidas sejam cumpridas, faça avaliações e controle-as.

Como montar um bom planejamento estratégico?

Para um bom planejamento estratégico, considere trabalhar com algumas ferramentas estratégicas:

  • Avalie a situação da farmácia no ano anterior e identifique as mudanças realizadas, visando o crescimento.
  • Determine um foco e crie uma lista com até dez objetivos para serem atingidos dentro de um ano.
  • Avalie, mensalmente, o desenvolvimento do planejamento até alcançar o objetivo final.
  • Defina os pontos fracos e fortes.
  • Identifique a prioridade de cada meta a ser cumprida, considerando os objetivos e visão.
  • Tenha recursos suficientes para o seu plano de ação.
  • Conte com o envolvimento de todos os funcionários para cumprir os prazos e alcançar as metas.
  • Defina pessoas para acompanhar cada plano, como monitorar o progresso, revisar e outros.

Quer ter sempre novidades na sua caixa de e-mail? Inscreva-se e acompanhe nossa newsletter!

Referências: Gestão Farmacêutica e Guia da Farmácia.